PROFESSOR

Estamos vivendo um período de grandes transformações em todas as áreas da nossa vida, e isso pode gerar incertezas e conflitos internos. É nas dificuldades que se destacam a capacidade do indivíduo em superar e enfrentar a adversidade, aflorando sentimentos como: resiliência e esperança.

O educador é um semeador da esperança e seu trabalho é indispensável para a transformação da realidade em seus mais variados cenários. “O professor é insistentemente convidado a manter acesa a chama do sonho primeiro de educar; é preciso manter a esperança do aluno, na melhoria da vida, na modificação do mundo.”. (CHALITA, G.- “Semeadores da Esperança – uma reflexão sobre a importância do professor”. São Paulo - Cortez Editora, 2014.

Ao propor o tema Esperançar, o concurso Arte&Cultura visa lançar o olhar para um sentimento tão caro e necessário nos dias atuais. Nosso desafio diário é nos reinventar, suscitar em nós e nos outros os melhores sentimentos frente às dificuldades, objetivando sempre um mundo melhor.

Convidamos você e seus alunos a Esperançar conosco, com uma esperança ativa, a exemplo do que nos ensinou o grande educador e filósofo brasileiro Paulo Freire:

“Enquanto necessidade ontológica, a esperança precisa da prática para tornar-se concretude histórica. É por isso que não há esperança na pura espera, nem tampouco se alcança o que se espera na espera pura, que vira, assim, espera vã.” (FREIRE, P. - “Pedagogia da Esperança - um reencontro com a Pedagogia do Oprimido”. Rio de Janeiro” - Paz e Terra, 1992).

O nosso desejo é que a cada manhã tenhamos um novo Esperançar. Incentive e participe com seus alunos!