Formar reúne centenas de educadores em São Paulo

Evento realizado pelo Sistema de Ensino Poliedro, voltado aos professores das escolas parceiras, abordou os caminhos metodológicos para uma aprendizagem significativa e a BNCC na prática com seus desafios e possibilidades


Educadores de diversas escolas parceiras durante o Formar

No dia 06 de abril, foi realizada mais uma edição do Encontro de Professores (Formar) em São Paulo-SP. O evento, dirigido a todos os professores das escolas parceiras do Sistema de Ensino Poliedro, visa oferecer um ambiente de troca de experiências entre os educadores, proporcionando um momento para estudos e reflexões necessárias aos desafios escolares.

A abertura do evento foi realizada pelo grupo “Bola de Meia”, que promoveu atividades lúdicas com os presentes, como brincadeiras cantadas. Na sequência, o diretor pedagógico do Sistema Poliedro, José Alberto Barbosa Serra Filho, deu início às atividades com a palestra “Aula - uma trama metodológica”, abordando os desafios e práticas no contexto da sala de aula, além dos caminhos metodológicos para uma aprendizagem significativa e seus desdobramentos.

“Estou muito satisfeito. Trazer a possibilidade de o professor parar a sua rotina de atividade e fazer com que ele reflita sobre a sua própria prática sempre é um grande prazer. O tempo todo foi refletido o quanto eu me aproximo ou o quanto eu me afasto desse novo modelo, proposto nesse próximo século. Eu entendo que esse professor comprou a ideia e que vai mudar a aula dele já na próxima segunda-feira. Desenvolver momentos como esse é, de fato, mudar a educação do país. Não há outra maneira, a não ser por meio de um professor qualificado”, afirmou Alberto Serra.  

 

Dinâmica promovida pelo Grupo Bola de Meia

Júlio César Furtado dos Santos deu continuidade ao evento com a palestra “A BNNC na prática - desafios e possibilidades”. O professor explicou o que é a BNCC, seus parâmetros, diretrizes e base curricular, os impactos da BNCC na prática, os principais desafios para o professor, desenvolvimento de competências, as competências socioemocionais e como desenvolvê-las por meio do currículo. Julio ainda comentou sobre a importância de promover esse tipo de encontro.

“Estamos vivendo um momento em que a dúvida em nossas crenças começa a acontecer. Um evento como esse, que reúne educadores e que reforça as crenças de mudanças positivas na educação é fundamental, em especial nesse momento”, concluiu.

No período da tarde, os participantes se dividiram em seis workshops diferentes, ministrados pelos consultores pedagógicos do Sistema de Ensino Poliedro. 

Opinião dos Participantes

“Esse é o primeiro ano que trabalho com o Sistema de Ensino Poliedro. Cheguei com bastante expectativa para o encontro de hoje e ele tem cumprido bem com o seu papel. Estou muito feliz com os conteúdos que foram apresentados nas palestras, acredito que o Poliedro tenha se adiantado bastante com relação a BNCC. Acredito que teremos uma boa parceria com esse sistema. Todo o conhecimento que adquiri aqui foi repassado para a minha equipe e acho muito importante todos nós estarmos inseridos nesse contexto. As mudanças estão aí, é preciso se reinventar. Nós queremos ser digitais, mas com os pés no chão”, disse Divina Solange do Nascimento, mantenedora do Colégio Unifor – Formiga (MG).

 

“A palestra do professor Alberto Serra acrescentou bastante e será um desafio a reflexão que ele propôs. Agradeço as professoras da minha equipe, do Colégio Ábaco, que tiveram a disponibilidade de estarem aqui hoje e realmente é de grande valia para o nosso trabalho participar desse tipo de iniciativa. Pensar que a geração que atendemos hoje mudou a forma de receber o conhecimento nos faz acrescentar nas aulas muito mais recursos, para que a gente consiga ter uma aprendizagem significativa. Com certeza, o evento enriqueceu e teremos bons frutos em uma nova maneira de ensinar”, afirmou Suslei Rossi, coordenadora pedagógica do Colégio Ábaco, São Bernardo do Campo (SP).

 

 

“O que mais me chamou a atenção nesse evento foi a organização, o acolhimento e todo o conteúdo apresentado. Acho muito importante esse tipo de reciclagem, pois nós precisamos buscar sempre o novo e sair da mesmice. Isso faz com que a gente cresça, aprenda um com o outro. Tudo que é falado aqui, é vivido em sala de aula, então faz a gente pensar na nossa realidade e refletir sobre melhorias, adequar, atualizar e viver no mundo dessa nova geração”, avaliou Luciana Maria Sacoman, professora de Português, Colégio ADV, Jaú (SP).

 

 

“O evento foi superpositivo, nós trouxemos nossa equipe em peso para participar, pois acreditamos que a formação continuada é fator chave para o desenvolvimento da escola e da aprendizagem dos nossos alunos. Esse é o segundo ano que nós conseguimos trazer toda a equipe, mesmo vindo do interior, e as meninas estão sentindo-se prestigiadas com o evento e refletindo sobre tudo que foi dito. Além dessa reflexão mais crítica que o evento propõe, a troca de informações, conhecimentos, de estar com outros educadores de outras regiões do mesmo sistema de ensino favorece o desenvolvimento profissional, que vai acabar impactando na sala de aula e aprendizagem dos alunos”, ressaltou Karina Bramante, coordenadora pedagógica, Escola Fantasia Sapiens, Araraquara (SP).

 

 

“Esse tipo de evento é muito importante, pois o professor sai da rotina e tem interação com outros colegas e também com o pessoal do sistema de ensino. Podemos aprender sobre a diferença do aprendizado de hoje com o tipo de aprendizagem que era usado no passado, e isso agrega bastante, além de contribuir muito mais para os nossos alunos”, reiterou Thales Freitas, professor de Física do Colégio Avicenna, Leme (SP).

 

 

Clique aqui e veja o álbum completo do evento em nossa página no Facebook.

Poliedro Sistema de Ensino
Política de Privacidade - Termos de uso - Desenvolvimento @2016 Poliedro - Todos os direitos reservados.