Engenharia Aeronáutica

Aprendizagem

Os alunos terão aulas nas áreas de aerodinâmica, estruturas, mecânica do voo, projeto de aeronaves, propulsão (motores), eletroeletrônica, administração, entre outras. No último ano, há o estágio obrigatório, muitas vezes realizado no exterior com financiamento de órgãos de apoio ao ensino e à pesquisa.

Complementação Acadêmica

O inglês é muito importante, tanto na faculdade (muitas disciplinas utilizam bibliografia nessa língua) quanto na vida profissional, principalmente na área de Engenharia. O curso mantém programas de intercâmbio com universidades da França e da Alemanha. Os alunos recebem bolsas de estudo da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) durante um ano para estágio e para cursar disciplinas.

Mercado de Trabalho

O recém-formado pode trabalhar nos diversos setores da fabricação de aviões, desde a concepção de aeronaves, passando pelo projeto, produção, até o pós-venda; nas empresas aéreas, especialmente nos setores de especificação e manutenção de aeronaves. A área de consultoria também costuma empregar muitos iteanos. Dentre as empresas que mais contratam, podemos citar Embraer, ANAC e diversos Institutos de pesquisa do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial).