Engenharia Civil-Aeronáutica

Aprendizagem

O currículo, a organização acadêmica e o ambiente no qual vivem os alunos e os professores são orientados pela missão de formar “engenheiros competentes e cidadãos conscientes”, segundo os ideais do fundador do ITA, o Marechal Casimiro Montenegro Filho. A opção pelo curso foca uma sólida formação nas ciências da Engenharia Civil em áreas específicas de interesse do setor aeroespacial brasileiro, que envolvem edificações, estruturas, geotecnia, recursos hídricos, saneamento ambiental e transporte aéreo.

Complementação Acadêmica

Para cursar o ITA, o aluno precisa ler (fluentemente) inglês técnico relacionado à sua área. Após concluir o curso, o tipo de mercado que o atrai faz da fluência nessa língua um diferencial.

Mercado de Trabalho

O engenheiro civil-aeronáutico pode atuar em: empresas de projeto, de consultoria e de construção civil; empresas de transporte aéreo; empresas e órgãos governamentais dos setores aeroportuário, aeronáutico e espacial; instituições de ensino e pesquisa; setores administrativos, gerenciais ou financeiros. Além das grandes empresas relacionadas ao setor da Engenharia Civil, a boa formação em ciências básicas e a experiência em análise de projetos fazem com que o mercado financeiro também se interesse pelos alunos.