Engenharia Eletrônica

Aprendizagem

Do currículo constam, além das disciplinas técnicas, disciplinas de formação geral (na área de administração, por exemplo), estágios realizados em empresas ou centros de pesquisa e um trabalho de graduação em que o estudante demonstre sua aptidão para atuar na solução de problemas de Engenharia Eletrônica.

Complementação Acadêmica

O aluno pode buscar estágios (com orientação de professores supervisores), oportunidades de voluntariado, cultura geral em nichos específicos de seu interesse pessoal e aperfeiçoamento de idiomas estrangeiros. Na maioria das empresas, o inglês fluente tornou-se requisito, e o domínio de uma segunda língua estrangeira é definitivamente um diferencial desejável.

Mercado de Trabalho

O profissional pode atuar no projeto e no desenvolvimento de sistemas, equipamentos, processos ou dispositivos, geralmente no campo da eletricidade de baixa potência. Seus projetos destinam-se a aplicações em computadores, sistemas de controle (desde sistemas de controle de satélites até aqueles usados em eletrodomésticos), equipamentos médicos, de entretenimento, de comunicação etc. As áreas de atuação do profissional podem variar: pesquisa, concepção de produto, projeto, teste, implementação, comercialização ou atendimento de pós-venda.