Not support Recaptcha
Pular navegação

Gestão Escolar

Como anunciar a sua escola no Google

09 de fevereiro de 2021

Compartilhe

Tags

  • Gestão Escolar
  • recursos digitais
  • tecnologia
Como anunciar a sua escola no Google

O Google Ads é hoje uma das maiores plataformas de publicidade do mundo. A ferramenta de pesquisa é utilizada diariamente por milhares de usuários em busca de informações, produtos e serviços. Por isso, anunciar no Google garante que a sua escola seja vista por possíveis alunos e pais interessados nos seus serviços. 

O principal formato de anúncio do Google Ads são os links patrocinados, que aparecem posicionados no topo das páginas e no rodapé dos resultados do Google, direcionando para o endereço indicado. A plataforma também oferece diversas outras opções de ads que utilizam vídeos, imagens e animações.

A plataforma entrega o conteúdo de maneira mais assertiva e segmentada através do algoritmo da plataforma, garantindo que os recursos da campanha sejam concentrados no público-alvo definido. Além disso, o anunciante tem muito mais controle sobre o orçamento e o quanto ele será gasto na campanha.

Ser encontrado no Google e aparecer para clientes em potencial é a melhor forma de divulgar a sua escola no meio digital. Confira então quais os primeiros passos para anunciar sua empresa no Google Ads.

Os tipos de anúncio do Google Ads

Apesar de os resultados pagos no sistema de busca serem o carro chefe do Google Ads, existem outras possibilidades de anúncio dentro da plataforma, permitindo que a sua campanha tenha um alcance ainda maior.

Uma das opções mais vantajosas para escolas é a tradicional Rede de Pesquisas, que mostrará anúncios baseados na busca por palavras-chaves no Google. Se sua escola está localizada em Campinas, por exemplo, é possível comprar anúncios que serão entregues toda vez que houver uma busca por “Escolas em Campinas” ou quando a pessoa buscando estiver na cidade em questão.

Esse tipo de segmentação funciona bem também para escolas que utilizam metodologias de ensino específicas ou têm algum diferencial de destaque, como grande número de aprovações em vestibulares ou medalhas em olimpíadas. Todas as pessoas que estiverem fazendo buscas baseadas nesses termos serão impactadas. Além disso, os anúncios em rede de pesquisa também podem ser exibidos em ferramentas de buscas de sites parceiros da plataforma, como Terra, Globo.com, etc.

Já a Rede de Display, em vez de anúncios em texto, permite que sejam criados ads com imagens, os famosos ‘banners’. Esses anúncios são exibidos em diversos tipos de sites e normalmente são mais utilizados em campanhas que têm como objetivo o fortalecimento e divulgação da marca da empresa.

Ainda dentro do Google Ads temos o YouTube Ads, que mostra anúncios em forma de texto, banners e até mesmo vídeos no conteúdo da plataforma. O YouTube é atualmente um dos sites mais acessados do mundo e seu alcance é quase que imensurável. Por isso, ele pode ser uma ferramenta poderosa para uma escola interessada em investir em mídia digital. Uma das principais vantagens desse modelo é definir quando e onde um anúncio será exibido. Isso quer dizer que os anúncios podem ser direcionados para canais e vídeos que abordam, por exemplo, preparação para o vestibular.

A sopa de letras dos métodos de cobrança do Google

Muito diferente das formas tradicionais como o custo de anúncios publicitários eram calculados, o Google Ads permite a criação de campanhas digitais com qualquer orçamento. Ao criar esses anúncios digitais, é possível escolher diversas formas de precificação. A escolha correta depende do objetivo do seu anúncio e da estratégia da campanha da sua escola. 

CPC – Custo por clique
É uma forma de pagamento que o anunciante irá pagar determinado valor a cada clique que o anúncio receber. 

CPM – Custo por mil impressões
Aqui a cobrança do anúncio é feita considerando um valor por mil visualizações, independente se houver clique ou não. 

CPA – Custo por conversão

Nessa modalidade o anunciante paga determinado valor por cada conversão gerada pelo anúncio. 

CPV – Custo por visualização
Modalidade utilizada para anúncios em vídeo. Cada vez que um usuário assistir ao anúncio, há uma cobrança. 

CPE – Custo por engajamento
Aqui o anunciante paga quando houver qualquer tipo de interação com o anúncio. 

O Google Ads oferece uma Central de Ajuda para o anunciante, em que estão disponíveis todas as informações necessárias para criar uma campanha do começo ao fim. O suporte do Google também conta com explicações sobre o sistema de precificação e cobrança da plataforma.

Dicas extras para o Google Ads

Um dos pontos de maior atenção de qualquer campanha que utilize anúncios do Google é o uso de palavras-chaves. Dê preferência a termos relacionados ao universo educacional e com a sua escola, como localização, o tipo de metodologia oferecido, o sistema de ensino utilizado, infraestrutura etc.

Não é bom utilizar palavras que têm um volume de pesquisas muito grande ou muito baixo. No primeiro caso, é possível que outros anunciantes estejam investindo mais dinheiro na mesma palavra-chave, o que faria o seu anúncio ter um alcance menor. No caso de uma palavra com poucas pesquisas, será improvável que a sua propaganda seja exibida para alguém.

Na hora de criar um público-alvo para a sua campanha, é possível segmentar os anúncios de acordo com diversos perfis de acordo com geolocalização, interesse e outros detalhes. Se sua escola atende uma única cidade, divulgue os seus anúncios apenas nas regiões e bairros mais próximos.

Uma das principais vantagens das campanhas do Google Ads é que você pode investir o quanto quiser e não existe um orçamento mínimo preestabelecido. Escolha um valor diário com o qual se sinta confortável e experimente com diferentes tipos de anúncio até encontrar o formato que melhor funciona para a sua escola. 

Agora que você já sabe como fazer uma campanha no Google Ads, leia o nosso post e aprenda algumas estratégias para atuar nas redes sociais!

Se você gostou desse conteúdo, assine a nossa newsletter para ter acesso a outros textos como este! Acompanhe o Sistema Poliedro também nas redes sociais no InstagramFacebook e LinkedIn.

Siga o Sistema Poliedro
nas redes sociais.

O que podemos fazer
pelo seu futuro?

Notícias relacionadas