Not support Recaptcha
Pular navegação

Gestão Escolar

Como estruturar o conselho de classe?

23 de março de 2021

Compartilhe

Tags

  • Conselhor de Classe
  • Gestão Escolar
  • Reunião

Como estruturar o conselho de classe?

Para que possamos falar sobre a importância de um Conselho de Classe, é preciso primeiro entender qual é a função desse tipo de reunião, quais seus propósitos educacionais e quem deve participar desses encontros.

O foco do Conselho de Classe deve estar na compreensão da forma como os estudantes constroem seus conhecimentos. Quando necessário, o conselho também deve fazer as recomendações e intervenções adequadas, sempre com o objetivo de apoiar e aprimorar o aprendizado dos estudantes. Em vez de tentar encontrar culpados, o conselho de classe deve apontar soluções.

Esse também é um momento para que membros do corpo docente, coordenadores e diretores se reúnam e avaliem todas as ações educacionais realizadas pela escola ao longo do ano. Dessa maneira, esses encontros também se tornam poderosas ferramentas de planejamento para todo o corpo docente.

Muitas instituições acabam realizando essas reuniões ao término do ano letivo, mas o Conselho de Classe também pode ser realizado periodicamente, seja a cada bimestre, trimestre ou semestre, de acordo com o calendário da escola. A vantagem dessa abordagem é que a escola pode tomar decisões e agir mais rápido quando necessário.

A importância de um Conselho de Classe participativo

Um conselho participativo, como o nome indica, conta com a presença não apenas do professor e dos pais, mas também dos estudantes. É preciso ter um espaço aberto para a troca de orientações, em que todos devem ter espaço para falarem e serem ouvidos.

Deve haver cuidado para que o conselho não se torne um desabafo coletivo ou um tribunal de julgamento do comportamento do estudante. O objetivo é, através do diálogo, tomar decisões em conjunto para o crescimento do estudante dentro da sala de aula.

Nesses encontros, é comum a participação também de diretores e coordenadores. A presença desses profissionais é muito importante, já que pode haver uma certa resistência para criar um conselho mais participativo. Alguns educadores temem que a presença de estudantes possa gerar mal-estar ou até mesmo confronto com os professores, principalmente em momentos decisivos de aprovação ou reprovação. 

Apesar disso, a participação do estudante é muito importante para o seu processo de crescimento como sujeito-cidadão. Ele é a figura central do Conselho de Classe, e sua presença permite que a escola tome decisões mais assertivas e que agradem a todos. Essa dinâmica ainda contribui para o desenvolvimento de habilidades importantes para a vida adulta, como a autonomia e a responsabilidade.

Como montar um Conselho de Classe participativo

Implementar um Conselho de Classe participativo não é uma tarefa fácil. Um dos primeiros passos é ter certeza de que a pessoa responsável por mediar essas reuniões saiba como praticar uma escuta ativa. A presença do coordenador também é muito importante, já que ele tem acesso às avaliações, planos de aula e todo o planejamento escolar – instrumentos que estão disponíveis antes de o conselho acontecer e permitem um diagnóstico melhor da turma.

Se a equipe gestora da escola tiver um orientador educacional, ele também deve ser chamado para participar do encontro. Ele é o principal responsável pelo desenvolvimento pessoal de cada estudante, dando suporte à sua formação como cidadão, acompanhando de perto as angústias e aflições desse estudante.

A escola primeiro traz os estudantes para diálogos em pequenos núcleos de conselho, dos quais saem deliberações que depois são apresentadas para os gestores. Em um segundo momento, essas conversas podem acontecer envolvendo toda a comunidade escolar, para posteriormente também contar com a participação das famílias.

Promover um momento de discussão e avaliação formativa é a melhor maneira de integrar todos os segmentos da escola. Portanto, para tirar o máximo de proveito desse momento, é importante a participação de todos.

Siga o Sistema Poliedro
nas redes sociais.

O que podemos fazer
pelo seu futuro?

Notícias relacionadas