Not support Recaptcha
Pular navegação

Gestão Escolar

Planejamento Escolar: 4 cuidados ao construir o seu

19 de janeiro de 2022

Tags

  • Performance
  • planejamento

Planejamento Escolar: 4 cuidados ao construir o seu

Muitos gestores escolares reservam o início de ano para organizar o planejamento escolar e definir as ações necessárias para que os objetivos sejam alcançados.

As orientações previstas no planejamento devem considerar as capacidades e as limitações da escola, além de garantir que a instituição continue capaz de formar estudantes preparados para o mundo.

Muito mais do que preparar um calendário de aulas, o planejamento ajuda a avaliar o mercado e a comunidade, otimiza processos por meio de melhorias propostas e facilita a tomada de decisão.

Um trabalho importante e complexo como esse deve ser elaborado de forma detalhada, considerando a escola tanto dentro de uma perspectiva educacional como de negócio.

Para te ajudar nesse desafio, o Sistema de Ensino Poliedro ressalta a importância deste material e reúne alguns cuidados que você precisa ter ao construir seu planejamento escolar. Acompanhe a leitura!

Qual a importância do planejamento escolar?

O planejamento é importante para que a escola tenha um padrão de qualidade e para que toda a equipe esteja alinhada com as metas e com os objetivos definidos, gerando os resultados esperados.

A elaboração do plano é um momento significativo de trabalho em equipe, pois permite que professores e diretoria decidam juntos qual material será utilizado no ano letivo, como serão as turmas, como serão as reuniões de pais, como as tarefas serão divididas, dentre outros pontos pedagógicos e curriculares. 

Além de envolver os colaboradores, ele visa a aumentar a participação efetiva dos estudantes, pois é por meio desse documento que a escola vai definir quais conteúdos serão ensinados ao longo do ano e como eles serão abordados.

Um importante resultado do planejamento escolar é o calendário anual, semestral e bimestral definido, bem como a grade das aulas. 

4 cuidados ao construir seu planejamento escolar

Veja agora quais são os cuidados que você precisa tomar antes de planejar o ano letivo da sua escola.

1. Não considerar diferentes áreas da escola

Para uma escola construir algo a longo prazo, é preciso ter uma gestão holística, dando a importância que cada área carrega para seu funcionamento integral, afinal não adianta um ótimo projeto pedagógico se não houver estudantes para estudar ou materiais para lecionar. Por isso, não considerar as diferentes áreas da escola no planejamento pode ser um erro irremediável.

A seguir, listamos as principais áreas a serem consideradas e apontamos sua importância no planejamento escolar. Confira!  

Planejamento Estratégico e Financeiro 

A área estratégica precisa fazer parte do planejamento escolar, pois não basta olhar para a escola apenas como um ambiente de ensino, mas também como um negócio.

A parte estratégica do planejamento escolar leva em consideração:

  • a infraestrutura física e tecnológica;
  • as avaliações da qualidade do ensino;
  • as tendências de mercado e pesquisas de satisfação (estudantes/família);
  • a situação financeira da instituição.

A partir dessa análise da escola é que são definidas as metas financeiras, de matrículas e rematrículas, de ampliação ou redução de quadro de funcionários etc. Também é necessário elaborar o calendário para a campanha de matrícula e outras ações de marketing. 

 

Planejamento Pedagógico

A área pedagógica é essencial para alinhar todo o ambiente interno da instituição. Aqui temas como o calendário de eventos (comemorações, reuniões de pais, avaliações etc.) e o projeto interdisciplinar são definidos.

O planejamento pedagógico é flexível e deve se basear no Projeto Político Pedagógico, um guia mais abrangente que direciona a instituição de ensino em relação aos objetivos de longo prazo. (incluir o link do post após publicação)

Planejamento Curricular

Tem como objetivo guiar o trabalho do professor na prática pedagógica da sala de aula, respeitando os direitos e as expectativas de aprendizagem da Base Nacional Comum Curricular

É nessa etapa que os conteúdos, a ordem deles e a forma como serão abordados em sala de aula são definidos. 

2. Definir metas não mensuráveis ou inalcançáveis 

A definição de metas na elaboração do plano estratégico deve ser feita de forma inteligente, ou melhor, SMART. Pois definir metas impossíveis de serem medidas ou alcançadas são definitivamente um erro que você quer evitar.

A meta SMART consiste num método que considera cinco fatores:

S – Specific (Específica): A sua meta precisa ter informações específicas, ser detalhada e clara para sua equipe.  Exemplo: Aumentar em 5% o volume de estudantes no Ensino Médio.

M – Measurable (Mensurável): você deve ser capaz de medir, coletar os dados e números para avaliar o resultado. 

A – Attainable (Atingível):  deve estar dentro das forças e competências que você, seu time e seu orçamento podem conquistar.

R – Relevant (Relevante): ela deve gerar um impacto para a sua escola.

T – Time-based (Temporal): deve ter um prazo realista para a execução das ações e para a medição do resultado.

O método SMART permite que o planejamento da escola seja concretizado com mais chances de sucesso.

3. Não envolver os colaboradores 

Outro cuidado que você deve ter ao criar seu planejamento escolar é em relação à participação dos colaboradores.

Envolver a comunidade escolar mantém um alinhamento entre todas as áreas da instituição.

É importante que o planejamento seja conhecido por todos os profissionais da escola, e não apenas pelos gestores e coordenadores, como é bastante comum acontecer.

Envolver todo o corpo docente e até mesmo levar em consideração as opiniões de pais e estudantes no planejamento da escola vai promover um alinhamento da comunidade escolar e gerar mais engajamento e motivação. 

4. Deixar de seguir o plano ao longo dos dias 

De nada adianta criar um planejamento para todo o ano letivo, com metas mensuráveis e alcançáveis, envolver toda a comunidade escolar, incluir diferentes áreas da escola e, ao longo dos dias, e deixar o plano na gaveta. 

Para que isso não aconteça, uma ideia é elaborar um cronograma para seguir as ações definidas.  Ele permite que todos os envolvidos sigam o plano escolar, cumprindo as atividades ao longo do ano nas datas estabelecidas, incluindo os feriados e as férias.

Para que o planejamento escolar seja seguido o ano todo, também é interessante criar um calendário com com as aulas de cada turma, simulados, provas, atividades extracurriculares, reuniões de pais, entre outras atividades essenciais da escola.

Contar com um planejamento claro e organizado é o que vai fazer com que a sua instituição alcance cada meta ao longo do ano letivo e atinja os objetivos definidos.

 

Contar um um sistema de ensino também facilita a organização das ações ao longo do ano. 

O Poliedro Sistema de Ensino oferece assessoria pedagógica, assessoria de marketing, sistema de avaliação exclusivo, suporte diário à sua escola, dentre outros benefícios! Mais de 400 escolas pelo Brasil contam com nosso sistema para alcançar seus objetivos. Veja o que elas falam!

Siga o Sistema Poliedro
nas redes sociais.

O que podemos fazer
pelo seu futuro?

Notícias relacionadas

Assine nossa newsletter