Not support Recaptcha
Pular navegação

Arte&Cultura

Expandir possibilidades e conectar-se com o lado artístico

Inscrições de 12 a 26 de abril.

O Concurso

No Arte&Cultura, o Poliedro abre as portas da imaginação, dando palco para as ideias e habilidades artísticas de nossos estudantes. Por meio de um concurso, eles têm a chance de explorar diversas formas de expressão cultural, compartilhando suas opiniões sobre um determinado tema, que é escolhido a cada ano.

Tema

Do Caburaí ao Chuí, são incontáveis as riquezas étnico-culturais e ambientais do nosso País, que, por ser tão plural, não pode ser tratado no singular. São vários “brasis” dentro de um só.

Nossas brasilidades estão presentes nos costumes, nas roupas, na culinária, nas diferentes manifestações culturais, na música, nas crenças, nos aspectos naturais como vegetação, clima, relevo, fauna e flora.

Em todo o País falamos o Português, mas o idioma distingue-se nas cinco regiões devido à influência dos indígenas e imigrantes, resultando numa linguagem local, com palavras que às vezes são utilizadas somente por determinados grupos e evidenciam os territórios.

Podemos destacar algumas dessas marcas regionais como o “chiado carioca” ou o “uai sô” do mineiro, presentes no Sudeste. O “oxênte, bichinho” muito falado no Nordeste. O “tchê, Bah” do Sul e a “égua” que expressa surpresa, susto ou curiosidade no Norte.

Essas diferenças encontradas nos sons e na pronúncia chamamos de sotaques, uma confluência de sons que não determina qual é a forma mais bonita ou correta de pronunciar as palavras; pelo contrário, elas realçam nossa brasilidade.

Trazemos em nossos genes traços de várias etnias: indígena, africana, europeia e asiática, o que resultou numa pluralidade de culturas. Uma celebração de cores, ritmos e sabores que encanta a todos – brasileiros e estrangeiros.

Com vasta extensão territorial, não é difícil identificar nossas brasilidades. Na culinária, essa diversidade é facilmente percebida: além dos pratos típicos de cada região, o mesmo alimento pode receber nomes diferenciados.

A macaxeira do Nordeste é mandioca no Sul e Sudeste e aipim no Rio de Janeiro. O pão careca do Pará tornou-se o pão carioquinha no Ceará e é o pão aguado na Paraíba. Vamos tomar um sacolé (RJ)? Ou seria ju-ju din-din como se diz no Nordeste? Ou ainda geladinho ou chup-chup como são conhecidos em São Paulo?

No quesito festividades, o Brasil leva nota dez! Em todo o País, os festejos são regados com muita alegria, tradição e diversidade. São momentos de celebração da cultura e resgate dos saberes ancestrais preservados até os dias de hoje.

O concurso Arte&Cultura, com o tema “Brasilidades” trará à comunidade escolar a oportunidade de mergulhar nesses vários “brasis”, possibilitando aos envolvidos conhecer mais a História do País, divulgar seus talentos artísticos, valorizar as diferentes manifestações étnico-culturais, além de promover o respeito à diversidade e a superação de preconceitos.

Professor

A sala de aula reúne pessoas com os mais diferentes costumes, culturas e crenças. Nela, nossas brasilidades encontram-se e manifestam-se das mais variadas formas. Somos únicos e ao mesmo tempo diversos; trazemos em nós traços das experiências vividas por nossos ancestrais e do meio no qual estamos insertos.

“Nossa subjetividade é formada no mergulho neste mundo, intervimos nele e na formação de outros sujeitos e somos influenciados pela realidade e por outros sujeitos. Nossa singularidade é construída a partir dos outros e do mundo.” (SCHONORR, Giselle Moura. Pedagogia do oprimido. In: Paulo Freire: vida e obra. São Paulo: Expressão Popular, 2001, p.86.)

Com tanta pluralidade num único espaço, podem ocorrer choques culturais e a escola tem papel fundamental na formação de cidadãos éticos, que saibam interagir com o diferente, valorizando as manifestações étnico-culturais de forma que uma cultura não se sobreponha à outra e todos se respeitem.

Nesse processo, o educador é um agente de transformação capaz de aproximar os conhecimentos da Academia aos populares, despertando nos alunos o interesse pela pluralidade, estimulando seus talentos artísticos e proporcionando a troca de saberes.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) propõe entre suas competências gerais: “valorizar e fruir as diversas manifestações artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural” (Competência 3).

Vamos conhecer mais sobre nós? O concurso Arte&Cultura do Sistema de Ensino Poliedro possibilita aos participantes a ampliação do conhecimento sobre nossas brasilidades, além de promover um intercâmbio cultural visando ao respeito à diversidade e à superação de preconceitos.

Conheça as categorias

O Poliedro entende que as diferentes formas de expressão artística que fazem parte
deste projeto contribuem para o desenvolvimento do aluno.

Programação

Fase Início Término
Fase Divulgação do Regulamento 2021
Início 12/mar
Término
Fase Processo de Inscrição
Início 12/abr
Término 26/abr
Fase Divulgação do tutorial
Início 01/jun
Término
Fase Submissão dos Trabalhos
Início 07/jun
Término 21/jun
Fase Avaliação
Início 05/jul
Término 04/ago
Fase Validação dos Classificados
Início 01/set
Término 15/set
Fase Divulgação dos Trabalhos Vencedores
Início 08/nov
Término

Saiba como foi a edição de 2020

Todas as obras finalistas do Arte&Cultura – Esperançar, edição 2020, estão expostas na galeria virtual do concurso. Nela, é possível navegar pelas salas, conforme cada modalidade (Desenho, Fotografia, Obras Literárias e Vídeo), e conhecer os trabalhos vencedores. 

Faça parte e incentive seus estudantes!

Outros eventos e projetos